My blog in your language

domingo, 23 de janeiro de 2011

Na Estante: Sonetos de Shakespeare




Oi gente! Já faz um tempo desde o último post na seção "Na Estante". Resolvi retomá-la com aquele que teve o dom de evocar meu romantismo nesta vida: William Shakespeare. Este nasceu em Stratford-on-Avon, Inglaterra, no dia 23 de abirl de 1564 e morreu no mesmo dia e lugar em 1616. Considerado o maior dramaturgo dos tempos modernos. Muito além de conceber a história de amor mais trágica da Literatura, Shakespeare foi também ator, bem como produziu dramas históricos, tragédias, comédias, peças, ensaios e sonetos. Estes últimso serão o enfoque deste post, pois acredito que, através deles, Shakespeare consegue relacionar amor, tempo, alegria, angústia, tristeza e mais uma gama de sentimentos que seus leitores conseguirem reavivar. Espero que apreciem estes dois sonetos os quais elegi para reproduzir aqui. Pedaços de amor e saudade nas entrelinhas...

Soneto 17
Se te comparo a um dia de verão
És por certo mais belo e mais ameno
O vento espalha as folhas pelo chão
E o tempo do verão é bem pequeno.

Ás vezes brilha o Sol em demasia
Outras vezes desmaia com frieza;
O que é belo declina num só dia,
Na terna mutação da natureza.

Mas em ti o verão será eterno,
E a beleza que tens não perderás;
Nem chegarás da morte ao triste inverno:

Nestas linhas com o tempo crescerás.
E enquanto nesta terra houver um ser,
Meus versos vivos te farão viver.

Soneto 23

Como no palco o ator que é imperfeito
Faz mal o seu papel só por temor,
Ou quem, por ter repleto de ódio o peito
Vê o coração quebrar-se num tremor,

Em mim, por timidez, fica omitido
O rito mais solene da paixão;
E o meu amor eu vejo enfraquecido,
Vergado pela própria dimensão.

Seja meu livro então minha eloqüência,
Arauto mudo do que diz meu peito,
Que implora amor e busca recompensa

Mais que a língua que mais o tenha feito.
Saiba ler o que escreve o amor calado:
Ouvir com os olhos é do amor o fado.

16 comentários:

  1. Amiga Michelle! Você TEM que vir a um meeting aqui em São Paulo, decididamente! É sempre bom agregar gente doce, de bom coração e que goste de coisas fofas! E você não poderia ter o perfil mais perfeito para estar entre nós! Eu e as meninas vamos te receber muito bem, garanto! =) Acho que somos verdadeiras heroínas, porque mesmo nesse mundo selvagem como está hoje, preservamos a meiguice, um toque de nostalgia da infância, e coisas boas... Viva as blogueiras cor-de-rosa!!!!
    Beijinhos pra você!

    ResponderExcluir
  2. Bom gosto refinado esse seu, Michelle linda.

    Beijo bem grandão.

    Rebeca

    -

    ResponderExcluir
  3. Este é um grande mestre...beijo Lisette.

    ResponderExcluir
  4. Mi,

    Que maravilha de post! Obrigada por estes sonetos maravilhosos. Viva Shakespeare!

    Te adoro, querida. Beijos com carinho e maravilhosa semana.

    ResponderExcluir
  5. Ja li praticamente tudo de Shakespeare, e pouquissimas foram as coisas que não me agradaram. Adoro praticamente tudo que ele escreveu, e seus sonetos principalmente.
    Otimo gosto amiga! Beijoos:)

    ResponderExcluir
  6. Ahh que lindo...amei o soneto 17, lindo demais!

    beijocas flor

    ResponderExcluir
  7. Tava com tantas saudades de ti!
    Amiga agora sou eu que entrei na correria.
    Vou começar a dar aulas em fevereiro e o planejamento das aulas começaram...
    To super enrolada e quase nao vou ter tempo de postar no blog poxa... =(
    Mas espero mesmo conseguir ter um tempinho pra tudo.Não quero ficar longe daqui,amo tanto tudo isso!

    E vc tb ta na maior correria né?
    Boa sorte ai amiga!
    Ahh,lindos os sonetos,amo Shakespeare.
    Romeu e Julieta é tudo! =)

    Mil beijos!!!!!

    ResponderExcluir
  8. Shakespeare é incrível! E estes sonetos são lindos! Parabéns pelo blog!

    ResponderExcluir
  9. Mii, minha amiga linda! Quanta saudade daqui! Mais um post inspirador, com escolhas maravilhosas e tipicamente suas, a sua carinha!
    Ps: querida, tem alguns selos pra você lá na página de selos do meu blog. Passa lá pra pegar depois, viu?
    Beijooos, fica com Deus, amiga!

    ResponderExcluir
  10. Oi flooor.... Lembra de mim? rsrsrs... Pois é, andei sumida, mas agora eu voltei. E estou passando pra te convidar pra conhecer o novo Cantinho a Dois, e para vc levar o link-me e o award novo. Espero que goste. Beijosss...

    ResponderExcluir
  11. Ai, meus tempos de teatro!!! Rsrsrsss!!!

    Bjs!

    ResponderExcluir
  12. Oi, Miih!!
    Como vai?

    Sabe que eu nunca peguei algo do Shakespear para ler pra valer?
    Só conheço seus feitos por alto...

    Mas adorei o seu post!
    Super interessante!

    Beijão!

    ResponderExcluir
  13. Shakespeare é eterno ne!
    Lindos sonetos!
    Amei!

    Beijos

    ResponderExcluir
  14. Sempre ele!

    OBS: Se tiver twitter me segue: @DrykaSales , e me deixa um reply dizendo que é do blog, pra eu te seguir de volta.

    Beijos :*

    ResponderExcluir
  15. Ah, Shakespeare... Will sempre melhora o meu dia ou me inspira... Post PERFEITO! *-*
    PS: rs seus coments sempre me deixam mt feliz, sabe? rs
    BJão e boa semana =^.^=

    ResponderExcluir